,

IV DIA DO RETIRO PROVINCIAL | A mística franciscana é a vida em fraternidade

O quarto dia de retiro (22/07) iniciou com a Celebração Eucarística presidida por Dom Severino e concelebrada por Frei Alleanderson Brito. Aí meditou-se o testemunho de vida de Santa Maria Madalena neste dia de sua festa na litúrgica.

Na primeira meditação do dia em vista do deserto, Dom Severino refletiu sobre a mística no carisma franciscano, apresentando o testemunho de São Francisco de Assis e seus primeiros frades. Perguntando sobre “que mística estamos vivenciando?”, Dom Severino recordou que a mística de Francisco de Assis está em relação com a o seu Senhor e os seus irmãos. Ele vivencia a mística da fraternidade universal. Francisco não é aquele que foge do mundo, mas aquele que está no meio do mundo e cultiva a relação com o Altíssimo Senhor.

Na segunda parte, meditou-se sobre o despojamento de Cristo e como Francisco compreendeu a vontade do Senhor para também se despojar e abraçar aquela que ele chamava de “dona pobreza”. A reflexão conduziu à importância do ser ao invés do ter.

O dia de retiro foi encerrado com a adoração ao Santíssimo Sacramento em fraternidade em quem os frades confiaram suas vidas.

 

Frei Mendelson Branco da Silva, OFM.