,

DOM LIMACÊDO ANTONIO E PADRE SANDRO, VIGÁRIO EPISPOCAL PARA A VRC, VISITAM FRADES MENORES DA RUA DO IMPERADOR

Na tarde do dia 21 de abril de 2021, os frades franciscanos da Fraternidade do Convento Santo Antônio, residentes na Rua do Imperador, Recife/PE, receberam a visita do Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Limacêdo Antônio, bispo referencial para as Pastorais Sociais do Regional NE2 da CNBB, e o Padre Alexsandro Corazza (Padre Sandro), Vigário Episcopal para a Vida Religiosa Consagrada da Arquidiocese de Olinda e Recife. A visita teve por finalidade a convivência fraterna e a partilha sobre a caminhada religiosa e pastoral, especialmente junto às pessoas em situação de rua instaladas na calçada do Convento Santo Antônio. Também estava prevista uma visita às pessoas que se encontram em situação de rua. Na ocasião, duas agentes do Projeto Social Além do Pão, Ana Carolina Oliveira Neves e Zilma Alves de Amorim, estiveram presentes.
Reunidos na antiga sala do capítulo do Convento, o guardião da fraternidade, Frei José Edilson Maurício acolheu a todos e expressou a alegria pela presença dos visitantes. Dom Limacêdo, com entusiasmo e familiaridade, partilhou sobre sua trajetória vocacional e, com palavras oportunas, apresentou o motivo da sua visita, bem como do Vigário Episcopal. Daí em diante, livremente, alguns frades expressaram o modo como enxergam a realidade da população em situação de rua e partilharam as ações de apoio e incentivo ao acompanhamento dessa população.
Por desenvolverem mais proximamente um trabalho com essas pessoas, as agentes do Projeto Social contribuíram na partilha apresentando os desafios e as esperanças no acompanhamento dessas pessoas, ação que desenvolvem há alguns anos.
Somando à reflexão, Dom Limacêdo partilhou a importância de estar próximo dos pobres para fazer o exercício da caridade. Nas palavras dele: “a caridade é o que dá credibilidade à Igreja” e, para o exercício desta, os religiosos devem ser importantes elos e referências na Arquidiocese. Referendando-se à doação de alimentos que diuturnamente são distribuídos aos pobres nas ruas, reconheceu-se que no acompanhamento dos pobres três pilares devem ser considerados: assistência, promoção e autonomia. Esses três pilares devem estar bem alinhandos. Enfatizou ainda que é importante trabalhar no resgate dos sonhos das pessoas e o primeiro passo para isso é motivar para que elas se reconheçam como seres humanos.
Concluída a partilha, Dom Limacêdo presidiu a Eucaristia e diante do altar foi celebrada a razão da vida religiosa e da esperança do mundo.
Como última ação do encontro, alguns frades, o bispo auxiliar e o vigário episcopal foram à rua do Imperador a fim de se encontrarem e conversarem com as pessoas que lá estavam. A visita demorou aproximadamente uma hora e possibilitou o contato com diferentes testemunhos e histórias de vida.
Sem deixar passar despercebido o compromisso para além desse momento, algumas sugestões brotaram das partilhas: o incentivo à continuidade das ações que já são desenvolvidas, bem como a inspiração para iniciar outros projetos de promoção e autonomia das pessoas que se encontram nas ruas.
Foi um encontro oportuno e estimulante para fortalecimento do vínculo entre os frades e a Arquidiocese e também para a continuidade e desenvolvimento de trabalhos e acompanhamento das pessoas em situação de rua.

Gratidão ao Dom Limacêdo, Padre Sandro, Ana Carolina e Zilma Alves pela presença e disposição para parceria.
Paz e Bem.

Frei Faustino dos Santos, OFM