,

O ARCEBISPO DOM PIERBATTISTA PIZZABALLA, OFM FOI NOMEADO PATRIARCA DE JERUSALÉM DOS LATINOS

O Santo Padre nomeou Patriarca de Jerusalém dos Latinos Sua Excelência Reverendíssima, dom Pierbattista Pizzaballa O.F.M., até agora Administrador Apostólico “sede vacante” da mesma circunscrição, transferindo-o da sede titular de Verbe.

A nomeação foi publicada neste sábado, 25 de outubro, pela Sala de Imprensa do Vaticano, na véspera da Festa de Nossa Senhora Rainha da Palestina.

Curriculum Vitae

Sua Beatitude Pierbattista Pizzaballa nasceu em 21 de abril de 1965 em Cologno al Serio, Diocese e Província de Bergamo. Acolhido no Seminário Menor da Província Franciscana de Cristo Rei, em Bolonha, em setembro de 1976, no dia 5 de setembro de 1984 iniciou o seu noviciado no convento de La Verna. Fez a profissão temporária em La Verna em 7 de setembro de 1985 e a profissão perpétua em Bolonha em 14 de outubro de 1989. Após o seu primeiro ciclo de estudos filosófico-teológicos, obteve a sua licenciatura em Teologia no Pontifício Ateneu Antonianum de Roma. Em 27 de janeiro de 1990 foi ordenado diácono e em 15 de setembro de 1990 presbítero na Catedral de Bolonha pelo Cardeal Giacomo Biffi.

Chegou à Custódia da Terra Santa no dia 7 de outubro de 1990 e concluiu os seus estudos de especialização no Studium Biblicum Franciscanum, de Jerusalém, em 1993. Em seguida, foi professor de hebraico bíblico na Faculdade Franciscana de Ciências Bíblicas e Arqueológicas de Jerusalém.

Começou o seu serviço na Custódia da Terra Santa no dia 2 de julho de 1999. Em 9 de maio de 2001 foi nomeado Guardião do Convento dos Santos Simeão e Ana em Jerusalém. Envolvido no cuidado pastoral dos fiéis católicos de expressão judaica, foi nomeado Vigário Patriarcal em 2005 até 2008.

O Definitório Geral da Ordem dos Frades Menores elegeu-o Custódio da Terra Santa e Guardião do Monte Sião em maio de 2004, cargo que desempenhou até abril de 2016.

No dia 24 de junho de 2016, o Santo Padre Francisco nomeou-o Arcebispo Titular de Verbe e Administrador Apostólico, sede vacante da Diocese Patriarcal de Jerusalém dos Latinos. Em 10 de setembro foi consagrado Bispo na Catedral de Bergamo pelo Cardeal Leonardo Sandri.

É membro da Congregação para as Igrejas Orientais.

A nomeação foi publicada neste sábado, 25 de outubro, pela Sala de Imprensa do Vaticano, na véspera da Festa de Nossa Senhora Rainha da Palestina.

Dom Pizzaballa è natural da cidade de Bergamo na Itália e será o décimo Patriarca, após a restauração do Patriarcado Latino de Jerusalém em meados de 1800. De 1847 até hoje, foram sucedendo-se no comando da Diocese, os Patriarcas Latinos : Mons. Giuseppe Valerga, Mons. Vincenzo Bracco ,Mons. Luigi Piavi , Mons. Filippo Camassei, Mons. Luigi Barlassina , Mons. Alberto Gori, Mons. Giacomo Beltritti ,Mons. Michel Sabbah, Mons. Fouad Twal

Era 21 de junho de 2008, quando na Basílica do Getsêmani, o Patriarca Michel Sabbah passou o Báculo  a Dom Fouad Twal, eleito Patriarca Latino de Jerusalém. Uma grande multidão de fiéis, de toda a diocese, compareceu para se despedir daquele que por vinte anos foi o pastor e a voz dos cristãos da Terra Santa.

Em 2016,  o Papa Francisco, aceitando a renúncia de Sua Beatitude  Fouad Twal, ao atingir o limite de idade, nomeou  Fr. Pierbattista Pizzaballa, ex-Custódio da Terra Santa por doze anos, como Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém. No dia 10 de setembro, o Cardeal Leonardo Sandri, Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, ordenou Dom Pierbattista Pizzaballa como Arcebispo.

Em maio de 2004, Frei Pierbattista Pizzaballa, foi nomeado Custódio da Terra Santa por um período de 6 anos. Em seguida, foi reconfirmado pelo Ministro dos Frades Menores em maio de 2010 para um mandato de 3 anos e, posteriormente, por mais 3.

Às vezes me perguntam sobre o meu futuro: que planos faço? Antes de tudo sou um frade e como todos faço planos, mas também sou um filho da obediência e, portanto, devo obedecer. Tenho prestado minha obediência mesmo enquanto Custódio e chegará também o tempo em que alguém me dirá, como Jesus disse a Pedro, para onde devo ir. Minha vez também chegará, e é bom que seja assim.

Quase 30 anos de presença constante dedicada à Terra Santa