,

PROMOTORES VOCACIONAIS VISITAM OS VOCACIONADOS DO REGIONAL ALAGOAS E SERGIPE

Dos dias 10 a 12 de junho o Frei Joanan, animador provincial do cuidado pastoral das vocações, juntamente com Frei Erick Ramon que acompanha com o Frei Walter os vocacionados de Alagoas e Sergipe, realizaram visita a alguns vocacionados do regional.
As visitas começaram pela cidade de Poço redondo – SE, povoado de Santa Rosa. Lá o vocacionado Vagno foi visitado e tivemos a oportunidade de conhecer a família e a realidade pastoral no qual o mesmo está inserido. Logo ao chegar fomos recepcionados pela sua família que após nos acolher levou-nos para a celebração que aconteceu na matriz da paróquia de Santa Rosa. No dia seguinte visitamos algumas pessoas do povoado, e fomos conhecer o padre José Cláudio, Pároco do povoado, o mesmo também nos acolheu muito bem, e insistiu para que pudéssemos voltar lá para conviver mais tempo com o povo, por meio de missões populares. Neste mesmo dia visitamos o “Quilombo da serra da guia” e quem é do Quilombo reconhece que seu nome faz referência ao passado de resistência à escravidão. A Serra é chamada “da Guia” porque foi usada pelos escravizados como marcação de uma rota de fuga. “Da Guia” também serve para identificar o grupo, adjetivando os nomes dos moradores ou daqueles originários do Quilombo, como no caso de D. Zefa da Guia. Ao fim desta visita Deu para sentir o quanto o Vagno é querido pelo povo de Deus presente naquela cidade, pelas irmãs Teresinhas e o padre que o tem como braço direito na paróquia.
No segundo dia de visitas nos dirigimos a cidade de Aquidabã -SE, onde reside o vocacionado Lucas Morais, lá fomos bem acolhidos por ele e por sua mãe que logo chegou para nos conhecer. É interessante ver o quanto a família sente quando a vocação impulsiona o jovem a ter de sair de sua terra natal para outras, e isso foi algo muito forte na fala de sua mãe. A tarde fomos visitar as irmãs catequistas que residem na cidade e realizam um trabalho de catequese renovada na diocese, lá pudemos perceber o quanto é necessário criatividade em nossas atividades pastorais. Não dá para se firmar no que está petrificado, pois assim como o espírito é criativo e dinâmico, nós somos impulsionados a nos abrir a isso também. No dia seguinte fomos visitar a casa de repouso da cidade, ambiente muito aconchegante que cuida de mais de 20 idosos da cidade e região. O Lucas abraçou a ida a este local como trabalho pastoral, e lá se percebe o quanto os idosos querem bem ao mesmo, e o quanto ele tem ajudado a transformar o local em um ambiente dinâmico, festivo e animado. O local é administrado pelas irmãs Servas do Santíssimo da Caridade, que com grande entusiasmo contribuem para que os idosos tenham qualidade de vida neste lugar. Em seguida fomos conhecer o local onde trabalha o Lucas, na contabilidade de uma loja da cidade, sua patroa se emocionou e nos falou do quanto ele é importante para ela e a ajuda durante alguns anos. Por fim, almoçamos com seu pároco Padre Gustavo Martins, que nos acolheu muito bem e disse que as portas estão abertas para nos acolher sempre que precisarmos ir lá.
No último dia de visitas fomos a cidade de Tobias Barreto-Se, onde reside o vocacionado Abraão. Lá fomos muito bem acolhidos pela sua família que já nos esperava para um almoço. Foi interessante perceber os questionamentos e preocupações dos pais do mesmo, em saber se ele iria pra “longe demais”, sua família demonstrou ser de bastante fé e muito estimulam a vocação do Abraão. Logo após o almoço seguimos para visitar o Pároco da cidade, Padre Jodeclan Rabelo, que também se externou muito acolhedor e nos deu ótimas recomendações do vocacionado. Mais uma vez fomos cobrados em realizar uma missão popular na paróquia que conta com um histórico de muitas vocações.
Por fim finalizamos as visitas com o encontro vocacional, que ocorreu na cidade de Aracaju. Estas visitas reforçam a importância de que possamos conhecer melhor as famílias e a realidade pastoral dos jovens que nos procuram com o desejo de serem frades. Que o Senhor continue conduzindo o trabalho dos promotores vocacionais, continue chamando jovens dispostos a vida religiosa, e continue nos motivando a sermos exemplos para estes.

Frei Erick Ramon, OFM

Promotor Vocacional