,

I CONGRESSO REGIONAL INTERFRANCISCANO DE JPIC EMITE CARTA-COMPROMISSO

CARTA–COMPROMISSO

DO I CONGRESSO REGIONAL INTERFRANCISCANO DE

JUSTIÇA, PAZ E INTEGRIDADE DA CRIAÇÃO (JPIC)

 

 

“Não há distinção entre judeu e grego, pois ele é o Senhor de todos,

rico para com todos aqueles que o invocam.”

(Rm 10, 12)

 

Do dia 15 ao dia 18 de agosto de 2019 reuniram-se representações da Família Franciscana presente no Nordeste do Brasil para participar do I Congresso Regional Interfranciscano de JPIC, que tomou lugar na cidade de Lagoa Seca, na Paraíba.

Neste congresso, à luz da espiritualidade franciscana, clamores e esperanças relacionados aos migrantes, políticas públicas, diálogo ecumênico e inter-religioso e em defesa do meio ambiente, nortearam as reflexões.

Percebemos a existência de diversos sinais de opressões e morte que permeiam nosso país diante dos grandes retrocessos vivenciados e intensificados recentemente, por meio da penalização dos pobres a partir da retirada de direitos, destruição do meio ambiente, principalmente da Amazônia, intolerância religiosa e de posturas antidemocráticas. Notamos também que são diversos os sinais de fechamento nos espaços eclesiais que em alguns momentos se revelam permeados por sinais de morte e cruz, tais sinais se apresentam na ausência de diálogo com as diferenças cultural, religiosa e com a opção preferencial pelos pobres e excluídos dos nossos tempos.

Fortalecidos por aquilo que Jesus nos disse no Evangelho de João: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10, 10), sentimo-nos convocados a contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária. Estamos convencidos de que é urgente acolher, proteger, promover e integrar os migrantes e refugiados[1], bem como toda a natureza e lutar por políticas públicas emancipatórias.

Com isso, inspirados pelo testemunho evangélico de São Francisco e motivados pelos apelos do Papa Francisco, na busca da colaboração da justiça pela utopia do Reino de Deus, sinais de uma continuidade do sonho de Jesus para a humanidade, nós, representações da Família Franciscana presentes neste Congresso, com espírito de humildade, nos comprometemos em: Viver o sagrado na realidade enfrentada no dia a dia das nossas missões; Escutar, inserir-nos nas realidades que nos cercam na busca por ver Deus nas nossas ações; Tomar a iniciativa de conhecer as realidades das outras expressões de Fé, sem intenções proselitistas; Conhecer os organismos já existentes e suas propostas de Ecumenismo; Comunicar a cultura do encontro, pois somos chamados à abertura ao diferente, promovendo diálogos e resgatando no outro os sinais da presença do Criador; Envolver-nos e sermos presença em ações sociais (sobretudo em relação aos migrantes) em nossas realidades e Igrejas locais e, não havendo tais momentos, promovê-las; Incentivar os trabalhos das Pastorais Sociais (Terra, Encarcerados, Sem-terra, etc.); Inteirar-nos das políticas públicas para que sejamos motivadores e conscientizadores sociais nas nossas comunidades e fiscalizar a aplicação dos recursos e realização das políticas públicas; Ser motivadores de propostas dentro dos diversos conselhos (Conselho de Saúde, Conselho de Assistência Social, Conselho de Educação, Conselho de Juventude, etc.).

Que a espiritualidade franciscana inspirada pela profecia evangélica se alimente do mesmo projeto de Jesus para a humanidade que diz “vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu julgo e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração” (Mt 11, 28-29) e nos auxilie e conduza, na vivência revolucionária da cultura do amor.

 

Lagoa Seca – PB, 18 de agosto de 2019

Frei César Lindemberg Serafim, OFM

Animador do Serviço de JPIC da Província de Santo Antônio

Coordenador do JPIC Nacional do SIFEM

Frei Acélio Pessoa Vale, OFMCap

Coordenador da Justiça, Paz e Salvaguarda da Criação
Província São Francisco das Chagas CE/PI

Lucas Tadeu R. Lins

Animador do JPIC Regional CE/PI da JUFRA

Maria Marli de Oliveira Feitosa

Animadora do JPIC Regional CE/PI da OFS

 

[1] Cf. Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado 2018.