,

Saiba mais sobre o Convento de Ipuarana que acolhe mais um Capítulo Provincial

O Convento Santo Antônio (Ipuarana) localizado no município de Lagoa Seca no estado da Paraíba foi construído durante a década de 40 com um intuito de ser um espaço vocacional e de formação para meninos espalhados por todo o Nordeste. O Seminário Seráfico em seus 30 anos de permanência chegou a formar mais de 3000 alunos nas diversas áreas que para época eram avançadas e inovadoras no País, como a mecânica, espaços de laboratórios de ciência e a música.

O Convento de Ipuarana era o seminário maior da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil, que tinha o objetivo de formar frades do Nordeste, isso dá a esta casa um destaque importante na formação da identidade destes frades da Província nesta região do Brasil, sendo um espaço de intelectualidade. Hoje a Província conta com o número de 120 frades, porém aponta Frei Marcos Almeida, OFM, que esta já chegou a ter 350 frades.

Depois do fechamento do Colégio Seráfico, o espaço continuou proporcionando o seu intuito primeiro: a formação. Além de abrigar o Noviciado Comum, uma das etapas iniciais formativas da vida religiosa franciscana, das Províncias Franciscana de Santo Antônio do Brasil e de Nossa Senhora da Assunção (Maranhão e Piauí). O Convento ainda acolhe encontros e eventos tantos da Sociedade civil como do âmbito religioso. Frei Francisco Alexandre de Lima, OFM atual guardião desta fraternidade, partilha um pouco da missão de acolhida de encontros e a expectativa em acolher o Capítulo e sua preparação.

Em 2020, o Convento completou 80 anos de presença. Embora sendo uma construção antiga, o espaço parece ser novo, e graças aos recursos usados e pensados no tempo da edificação se mantem vivo o lugar, ainda hoje, para quem aqui chega para participar de encontros, hospedar-se sendo possível esse encontro pessoal com Deus no silêncio, oração e contemplação.

Confira abaixo o podcast especial preparado contando a história e os trabalhos do Convento de Ipuarana

Equipe Provincial de Comunicação

Texto: Frei Mendelson Branco da Silva, OFM
Fotos: Frei Lorrane Clementino, OFM
Edição: Frei Roberto Alves, OFM