,

Apreciação e aprovação de propostas marcam o 5º dia de Capítulo

Nesta sexta feira (08/01), 5º dia de nosso Capítulo Provincial Intermediário, às 6h30 os frades se reuniram na Igreja conventual do Convento Santo Antônio de Lagoa Seca-PB para rezar ao Senhor, diante da mesa do Santo Sacrifício foram cantados louvores matinais da Liturgia das Horas (Laudes) e celebrada a Santa Missa presidida por Frei Alleanderson Brito, OFM.

A homilia foi proferida por Frei Sérgio Moura, OFM (Vigário Provincial e mestre de Noviços) inicia com a afirmação de que “nós aprendemos a rezar com nosso querido pai seráfico São Francisco suplicando que uma vez iluminando nosso coração o Senhor nos conceda uma Fé reta, pois a Palavra de Deus hoje vem nos trazer uma belíssima lição de Fé.” Logo após, Frei Sérgio aponta que se a fé não for observada e cultivada o frade menor pode desanimar na caminhada vocacional, sendo um dos principais motivos de pedido de desligamento da Ordem nos frades no mundo inteiro, como aponta os estudos da Ordem dos Frades Menores no mundo. Assim, Frei Sérgio nos mostra que vem “daí a necessidade de sermos aqueles que alimentam a vida espiritual de forma que não falte aquilo que é essencial”.

Inspirados a vivenciar com profundidade nossa fé e espiritualidade, em sua homilia Frei Sérgio ainda nos convida a contemplar a visão do povo que nós acompanhamos nas mais diversas realidades do Nordeste do Brasil e Alemanha, pois “o povo sempre olha para nós como homens de Fé (…) essa fé da parte do povo para conosco deve nos questionar, deve nos motivar a alimentarmos ainda mais”. “Certamente o pensamento que nos vem nesta hora é que, de fato nós não somos tão santos assim como se espera, porém devemos levar isso muito a sério porque a Fé que brota do coração do povo em Deus, e olhando para nós que somos homens de Deus, se espera também isso” para sermos vencedores da incredulidade e precisamos alimentar nossa relação com o Filho de Deus. “Para sermos vencedores de qualquer incredulidade, infidelidade, maldade, ou desvio que possa partir de nosso coração, seremos vencedores de tudo isso se de fato alimentarmos a nossa Fé no Filho de Deus.” É preciso renovar a cada dia a certeza de nossa Fé, e o apóstolo já nos diz que devemos dar razões da nossa fé (1Jo 5,5-13), saber por que e em quem acreditamos para que nada nos desvie da retidão da fé que devemos viver, e da prece tão bonita e profunda que são Francisco fez pedindo ao Senhor retidão da Fé.  Desta forma, inspirados na Palavra de Deus e nas preces do Pai Seráfico São Francisco de Assis sentimo-nos encorajados a buscar a retidão da Fé, e que o Senhor nos anime para a missão e a sinceridade de nosso sim à vocação de Frade Menor.

No inicio das atividades capitulares Frei Pedro Junior, OFM após a oração encorajou os frades lembrando-os que na homilia de hoje Frei Sérgio ao recordar nosso Pai Seráfico São Francisco de Assis suplicou uma Fé reta ao Senhor, nos dando como exemplo uma belíssima prece ao Senhor e juntos os frades pediram “a esperança certa” para tomar as decisões mais acertadas. Para hoje está previsto a apreciação das propostas capitulares, orações e convívio fraterno.

Por isso rezamos juntos com nosso Pai Seráfico “dai-me uma fé reta, esperança certa e caridade perfeita. Dai-me, Senhor, sensibilidade e discernimento. A fim de que eu cumpra [generosamente] a vossa santíssima vontade’.” (São Francisco de Assis), que o altíssimo Senhor venha nos inspirar a tomar as decisões segundo seu divino amor e vontade.

 

Equipe Provincial de Comunicação

Texto: Frei Mendelson Branco da Silva, OFM
Fotos: Frei Lorrane Clementino, OFM

 

Este slideshow necessita de JavaScript.