,

PROVÍNCIA DE SANTO ANTÔNIO E FÓRUM DIÁLOGOS DE PERNAMBUCO SE ARTICULAM COM RELIGIÕES E ESPIRITUALIDADES EM DEFESA DA CRIAÇÃO

Em parceria com o Fórum da Diversidade Religiosa em Pernambuco (Fórum Diálogos), a Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil foi motivada a compor a Oração Inter-religiosa “Juntos pela Criação”. Um vídeo que será transmitido na Semana Socioambiental da Universidade Católica de Pernambuco” sob a responsabilidade dos jesuítas.

O vídeo “tem quarenta minutos, começando com motivação do monge Marcelo Barros e apresentando preces de várias religiões em louvor ao mistério da Criação e em favor do compromisso com o cuidado ecológico integral pela nossa Casa Comum, a Terra e suas criaturas”.

Essa Oração Inter-religiosa acabou unindo os “jesuítas do Recife e os franciscanos do Nordeste (inclusive pela parceria do frei Faustino dos Santos, que editou o material), justo no momento em que as duas ordens católicas estão somando no Brasil pela iniciativa “Revolução Laudato Si“: movidos pelo espírito da encíclica sobre a Casa Comum, do Papa Francisco, e pelo movimento do Sínodo Panamazônico, franciscanos/as e jesuítas decidiram se unir em ações voltadas à luta por justiça socioambiental, contra toda exploração e desigualdade socioeconômica, contra toda expressão de racismo e em defesa dos povos indígenas e da democracia – temas que são descartados pelo sistema político hoje em voga.

A Oração “Juntos pela Criação” faz ecoar, também, o evento internacional “Tempo da Criação“, promovido por grupos ecumênicos como um período, de 1 de setembro a 4 de outubro, para renovar a relação com o Criador e toda a Criação através de celebrações, de intervenções educativas e do compromisso coletivo. O Patriarca Ecumênico Dimitrios I proclamou 1 de setembro como um dia de oração pela Criação para os Ortodoxos, em 1989. O Conselho Mundial de Igrejas propôs estender essa celebração até 4 de outubro, dia de São Francisco. O Papa Francisco acolheu oficialmente este tempo na Igreja Católica, em 2015, e, nos últimos anos, declarações de líderes religiosos do mundo todo também encorajaram os fiéis a dedicarem esse mês para cuidar da Criação como dom divino”.

A Oração “alinha-se sinergicamente e amplifica essas articulações e comemorações ecumênicas e ecológicas, apresentando as contribuições pernambucanas de cristãos e também de sem religião, do candomblé e umbanda, do judaísmo, budismo e fé bahá’í, do anglicanismo e catolicismo, além da Religião de Deus da LBV”.

Veja o vídeo abaixo:

 

Fonte: Observatório Transdisciplinar das Religiões