,

MENSAGEM DO MINISTRO PROVINCIAL SOBRE A PANDEMIA DO CORONAVIRUS

Caros confrades,
A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) tem nos deixado alertas e preocupados pelos efeitos que tem causado. Há tempos não presenciamos uma situação tão calamitosa como essa que alcança todo o mundo de maneira tão rápida.
Seguimos acompanhando o crescimento exponencial de infectados pelo mundo e o quanto o¬†Brasil est√° vulner√°vel a toda essa situa√ß√£o. De maneira geral, a maioria dos casos¬†letais alcan√ßa pessoas idosas ou com outras complica√ß√Ķes de sa√ļde, colocando-os no que se chama¬†de grupo de risco.
A capacidade de contágio do Covid-19 que desde seu primeiro diagnóstico, em dezembro de 2019, alcançou mais de 166 países e territórios, é uma situação que nos desafia e exige de nós mudanças de higiene e comportamento.
N√≥s n√£o estamos imunes! Muitos dos nossos confrades e pessoas que nos ajudam e¬†frequentam nossas casas e par√≥quias s√£o idosos e idosas ou pessoas com algumas situa√ß√Ķes¬†delicadas de sa√ļde. Eles s√£o os mais vulner√°veis diante da sujei√ß√£o que nos alcan√ßa.
Nesse momento, √© importante que nossa atua√ß√£o seja para conscientizar as pessoas do¬†quanto cada uma pode se prevenir e evitar que outros tamb√©m sejam contagiados. √Č importante¬†tamb√©m rezarmos confiantes, na esperan√ßa que Deus ajude na r√°pida descoberta de um antiviral. Mas¬†temos que fazer tamb√©m nossa parte. Por isso, neste momento, nossa ora√ß√£o poder√° ser melhor¬†aproveitada em nossas fraternidades, entre os irm√£os, prevenindo-nos de qualquer exposi√ß√£o que¬†acarrete risco, sobretudo aos nossos confrades idosos. √Č fundamental tamb√©m que alertemos os fi√©is¬†e demais pessoas da necessidade de se evitar aglomera√ß√Ķes, sair de suas casas, a menos que seja¬†necess√°rio, de cuidar da higieniza√ß√£o etc. √Č ocasi√£o tamb√©m para pedir que, em suas casas, eles¬†possam realizar suas ora√ß√Ķes confiantes. Deus nos escuta de onde estamos.
Em muitas dioceses t√™m se orientado que as par√≥quias, na medida em que podem,¬†transmitam as celebra√ß√Ķes eucar√≠sticas pelos meios de comunica√ß√£o. Essa √© uma possibilidade que¬†podemos adotar em nossas realidades, sobretudo paroquiais.
√Č fundamental que nos corresponsabilizemos com a nossa pr√≥pria vida e a vida das pessoas.¬†Esse √© o momento de tornar concreto nosso papel de pastores e irm√£os, sobretudo dos mais¬†vulner√°veis. Sejamos portadores de esperan√ßa n√£o s√≥ pela ora√ß√£o, mas tamb√©m pela preven√ß√£o.
Contem com minhas ora√ß√Ķes.

Recife, 19 de março de 2020

Frei Jo√£o Amilton dos Santos, OFM
Ministro Provincial