,

FESTA DE SÃO FRANCISCO: O ROMEIRO DE SÃO FRANCISCO LEVA A PAZ NO CORAÇÃO

Paz e bem a todos os nossos romeiros e romeiras de São Francisco das Chagas de Canindé. Estamos aqui reunidos para refletir o nono dia da novena de São Francisco das chagas de Canindé que é o mesmo São Francisco de Assis. Festa que tem como tema principal da “fazei-me Senhor instrumento de vossa paz”, e hoje como subtema para o nono dia da novena refletiremos sobre “O romeiro de São Francisco leva a paz no coração”

Com esse subtema somos convidados a seguir o exemplo de São Francisco de Assis que levava a paz no seu coração e que transmite essa mesma paz para todos, paz essa que é senão a paz de Jesus.

E nós, como podemos levar a paz?

Primeiro devemos ser pessoas de oração como São Francisco de Assis, assim como o próprio Jesus nos ensinou, mostrando-nos que a oração nos faz íntimos de Deus porque nos aproxima de seu mistério e nos auxilia nas dificuldades da vida e nos ensina a sermos de paz e ainda nos ajuda a levar a paz aos demais que dela precisam.

Por isso Francisco sempre se colocava em oração diante da Cruz de São Damião. Colocava-se para recorrer aos auxílios de Deus e agradecer por tudo que ele faz em sua vida porque oração é colocar a vida diante daquele que é a própria vida.

Outra coisa que é importante para sermos mensageiros da paz é que devemos levar a paz sem fazer distinção. Desse modo acontece nos gestos simples da vida como: o ato de estender a mão, ajudar aqueles que precisam e de buscar sermos reconciliadores e, ainda, ser mensageiro da paz é acreditar que o mundo ainda pode ser melhor, é ter esperança.

Romeiros e romeiras de São Francisco tem que ser Mensageiro da Paz e aquele que leva a paz anuncia a paz de Jesus. De que maneira transmitimos a paz ou levamos? É levada ou transmitida através da sua própria vida dando testemunho não com palavras, mas no cotidiano com suas atitudes, nos gestos diários. Sejamos mensageiros da paz e anunciamos Jesus na nossa vida.

Quero lembrar que este dia é importante para nós franciscanos, e também a todos os romeiros e devotos de São Francisco por que hoje celebramos a passagem da vida terrena de São Francisco para a vida eterna junto com Deus. Com isso, devemos acolher a morte como ele nos ensina no Cântico das criaturas: Louvado sejas, meu senhor, pela irmã nossa, a morte corporal, da qual nenhum homem vivente pode escapar. Ai daqueles que morreram em Pecado Mortal: bem-aventurados os que ela encontrar na tua santíssima vontade, porque a morte segunda não lhes fará mal.

Enfim, nos sintamos em profunda meditação neste mistério lindo e profundo que nos coloca em posição de peregrinos nesta terra, em vista de caminharmos até ao encontro do Pai Celeste.

 

Frei Jonathan Darlon, OFM

Província Franciscana da Santa Cruz

 

 

VEJA TAMBÉM: 

FESTA DE SÃO FRANCISCO: SÃO FRANCISCO E A NA PAZ NA SOCIEDADE.

FESTA DE SÃO FRANCISCO: “COM SÃO FRANCISCO, CONSTRUIR A PAZ NA ESCOLA”

FESTA DE SÃO FRANCISCO: COM SÃO FRANCISCO, CONSTRUIR A PAZ NA FAMÍLIA.

FESTA DE SÃO FRANCISCO: “PROMOVER A PAZ NA VIZINHANÇA!”

FESTA DE SÃO FRANCISCO: COM SÃO FRANCISCO, CONSTRUIR A JUSTIÇA E A PAZ NO TRABALHO

FESTA DE SÃO FRANCISCO: A FÉ NA VIDA DAS PESSOAS

FESTA DE SÃO FRANCISCO: COM SÃO FRANCISCO PROMOVER A PAZ ENTRE AS RELIGIÕES