,

FESTA DE SÃO FRANCISCO: COM SÃO FRANCISCO, CONSTRUIR A PAZ NA FAMÍLIA.

Caros devotos, romeiros e amigos do Pai Francisco, neste dia refletiremos o tema: “Com São Francisco, construir a paz na família”. E para tal tomemos a primeira frase da oração de São Francisco que diz: “Senhor, fazei-me um instrumento da vossa paz”.

Neste primeiro verso descobrimos um ponto fundamental para a vida: viver para ser instrumento de Deus. É isto que Francisco de Assis nos leva a compreender desde o início.

Quando pede para ser instrumento da paz de Deus ele demonstra que não quer agir por individualismo, afinal esse sentimento destrói a vida comunitária e familiar.

Francisco demostra que deseja no mais íntimo de sua vida servir a Deus fazendo sua vontade. E a nós, caros irmãos, Francisco chama a atenção, nesse dia da novena, a começar sendo instrumentos da paz no interior de nossas casas.

Afinal é no convívio diário com nossos pais, mães, irmãos, avós e parentes que todo nosso sentimento deve estar voltado a servir ao próximo que é figura de Deus. E por isto a primeira coisa que devemos deixar transparecer no seio familiar é o desejo de ser “instrumento” da paz de Deus.

É a partir deste aspecto, que conseguimos colocar a “ação pacificadora” como um guia para as nossas famílias, devemos compreender que, na visão do santo de Assis, há a necessidade de que cada um retire da sua existência tudo aquilo que “acha”, “sabe”, “conhece” da vida, ou seja, todo o egoísmo.

O sentimento que deve pautar a vida familiar, caros irmãos, é o desejo de ser instrumento consciente de Deus. Instrumento esse que de maneira simples e gentil consegue advertir, corrigir e construir uma vida em família. Assim como Francisco de Assis, nós enquanto família temos que ser instrumentos conscientes de paz em nossas casas.

Queridos irmãos, pedir a Deus para que nossas famílias sejam conscientemente instrumento de paz, é entender o mundo como ação de Deus, emanação divina. Esse é o exercício da Fé: isso exige de nós confiança total e entrega absoluta à vontade Deus.

Irmãos e irmãs neste segundo dia da novena em honra a São Francisco, peçamos a Deus que afaste de nossas famílias o individualismo que machuca e nos separa. Para que livres desse mal possamos fazer a sua vontade.

Que Deus por intercessão de São Francisco posso abençoar nossas famílias. Amém

 

Frei Jonathan Luiz, OFM

Província  da Santa Cruz

 

VEJA TAMBÉM: 

FESTA DE SÃO FRANCISCO: “COM SÃO FRANCISCO, CONSTRUIR A PAZ NA ESCOLA”