,

PARÓQUIA DE SANTO ANTÔNIO TEM NOVA CONDUÇÃO PASTORAL

Em meados da década de 60, mais precisamente no dia 13 de janeiro de 1965 foram instaladas na região do bairro Cosme de Farias, as Obras Sociais Franciscanas, com o intuito de favorecer o bem da população que aqui habitava. Não uma mera assistência social, muito menos uma Organização não governamental, mas uma obra realizada a partir do Evangelho de Jesus Cristo que veio para que todos tenham vida, e vida em abundancia.

A presença franciscana se dava com o Carro-capela e as Missas eram celebradas neste espaço (antes um terreno batido, hoje matriz de Santo Antonio). Em seguida veio à construção do Salão das Obras Sociais. E aí, em parceria com a Prefeitura de Salvador e a coordenação das Irmãs Ancilas do Menino Jesus, foram oferecidos cursos profissionalizantes para comunidade: curso de datilografia, corte e costura, bordado à mão, crochet, arte culinária, artesanato, bordado à maquina e auxiliar de enfermagem. As Irmãs Ancilas coordenavam e davam assistência espiritual incentivando a participação na vida eclesial: catequese, grupos jovens, dentre outros.

À 12 de fevereiro de 1981, por decreto do então Arcebispo, o Cardeal Dom Avelar Brandão, foi criada a nova paróquia Santo Antonio de Cosme de Farias, desmembrando-se da Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Milagres, tendo como seu primeiro pároco o Frei Leônidas Menezes e como cooperador Frei Albano Pereira.

Daí a vida paroquial se tornou cada vez mais forte, viva e atuante com a finalidade de unir a todos os homens no amor a Deus e entre si, priorizando as crianças, jovens, adultos e os cursos profissionalizantes, a partir da evangelização e da promoção da pessoa humana.

Surgiram, então, as comunidades São Francisco no Alto do Cruzeiro, Chama de Amor do Imaculado Coração de Maria no Matatu, e a mais nova, Santa Clara na Baixa da Paz. Sendo assim uma presença mais forte da Igreja junto aqueles que habitam nas periferias da paróquia, bem como oportunidade para aqueles que não mais podiam vir à Matriz. Aqui também está presente a Fraternidade O Ressuscitado que participa ativamente da vida e missão paroquial.

A partir de 2006, com a chegada dos Frades jovens, a paróquia se tornou espaço sagrado para a pastoral dos referidos frades que muito colaboraram com os párocos, visibilizando o ideal de Paróquia Franciscana, onde toda a Fraternidade assume a vida da paróquia.

Finalmente, nossa Província Franciscana de Santo Antonio do Brasil, reunida em Capítulo em janeiro passado, vendo a realidade diminuta dos frades e tentando compor as fraternidades com o número mínimo de 3 frades, e ainda com o intuito de qualificar a presença e assistência às paróquias nas quais estamos presentes, decidiu entregar aos cuidados do clero diocesano, 3 de nossas paróquias, dentre elas a de Santo Antonio de Cosme de Farias.

Gratos a Deus pela acolhida do povo nesses 53 anos de nossa presença e 37 anos da criação e instalação da paróquia, bem como gratos a todos os confrades que por aqui passaram e deram sua preciosa colaboração na evangelização de Cosme de Farias, hoje, entregamos ao Reverendo Padre Edimilson Lima, pelas mãos e autoridade de sua Excelência Reverendíssima Dom Murilo Krieger, a Pedra Preciosa que Deus nos confiou, a querida Paróquia de Santo Antonio de Cosme de Farias.

Frei Sergio Rodrigues, OFM