,

3º ENFJ – PRECISAMOS CONSIDERAR O CONCEITO DE JUVENTUDES NO PLURAL

Depois de um dia marcado pela acolhida e pela alegria do encontro, os participantes do 3º ENFJ começaram, nesta sexta-feira (20/7), o exercício de se debruçar sobre os desafios da realidade para iluminá-los a partir da luz da fé. Iniciaram o dia rezando junto às família acolhedoras. Tiveram a oportunidade de refletir sobre a passagem do Evangelho de Mateus (Mt 5,13-16), na qual Jesus define seus discípulos como “Sal da terra e Luz do mundo”.

Impulsionados por esta palavra e pelo saboroso café que partilharam junto às famílias, os jovens vieram para o Santuário do Divino Espírito Santo onde, num auditório superlotado, fizeram o compromisso de, ao modo de São Francisco, deixarem-se conduzir pelo Senhor. Como marca deste propósito, cada um deles recebeu o Tau Franciscano para trazê-lo pendurado no pescoço, junto ao coração.

Com a mediação de Frei Toni Michels, Pároco no Distrito de Campos Elíseos, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, três expositores compuseram a mesa redonda sobre o fenômeno das juventudes e os desafios da atualidade. A primeira apresentação foi a da Professora Hildete Emanuele Nogueira de Souza. Natural de Salvador, BA, é especialista na temática da Juventude pela PUC de Goiás e também tem sua trajetória marcada pelo engajamento na Pastoral da Juventude. Ao se referir ao título que possui, Hildete frisou: “No meu currículo consta que sou especialista em Juventude. De fato, fiz o curso e cumpri todas as etapas de exigência. No entanto, mais do que atender a uma exigência acadêmica, ser especialista em juventude significa partilhar a vida dos jovens, comer com eles o mesmo pão, caminhar em sua companhia”. Em sua apresentação, Hildete destacou os muitos aspectos envolvidos na definição do conceito de juventude e comentou que, por se tratar de uma realidade complexa e diversa, a abordagem do tema deve ser feita a partir de uma dimensão multidisciplinar, levando-se em conta fatores biológicos, demográficos, etários, culturais, psicológicos, comportamentais, entre outros. “Precisamos considerar o conceito de ‘juventudes’, no plural, levando-se em conta a diversidade e as diferenças que marcam esta etapa da vida”. Ao finalizar sua participação, Hildete convidou os participantes do encontro a abraçar a proposta do Papa Francisco de realizarem juntos, a “Revolução da Ternura”.

Frei Pedro Junior, o segundo expositor, também baiano, de Campo Formoso e atualmente Pároco em Campina Grande, PB, propôs uma abordagem do fenômeno juvenil a partir da iluminação da fé. Inspirado no Episódio dos Discípulos de Emaús, propôs um percurso para a juventude em companhia de Jesus, marcado pelo empenho de “caminhar juntos”, de “fazer memória” e de “partir o pão”. “Jesus é a melhor companhia que temos para caminhar conosco. O percurso que ele fez com os discípulos de Emaús, continua hoje a fazer conosco, guiando-nos pelos caminhos da vida”, enfatizou.

O terceiro palestrante, Carlos Fernandes Veras Neto, formado em Comunicação e formando da Ordem Franciscana Secular, baseou-se no encontro entre São Francisco e o leproso para descrever algumas possibilidades práticas de transformação da realidade a partir do Carisma de São Francisco. “Como jovens franciscanos, precisamos aprender ocupar os espaços de desfio para atualizarmos o gesto de Francisco de ir ao encontro dos excluídos de nosso tempo”, provocou Carlos, citando como exemplo o trabalho que ele e outros companheiros da Pastoral da Juventude realizaram junto às crianças em situação de vulnerabilidade no Bairro Parque Real, comunidade carente da cidade de Bauru, no interior de São Paulo.

A partir das provocações apresentadas na mesa redonda, o trabalho dos jovens agora será o de refletir em grupo e manifestar suas opiniões em torno da temática proposta. Na parte da tarde, continua a discussão em grupos, seguida pela apresentação dos resultados em plenária. Na parte da noite, está prevista uma noite cultural. O 3º ENFJ segue até o próximo domingo, dia 22 de julho, em Vila Velha, ES.

 

VEJA TAMBÉM:

 

ENCONTRO NACIONAL FRANCISCANO DE JUVENTUDES (ENFJ)

COMEÇOU O 3º ENCONTRO NACIONAL FRANCISCANO DE JUVENTUDES (ENFJ)

 

Fonte:  Equipe de comunição do 3º ENFJ

http://franciscanos.org.br/?p=166945

Fotos: https://www.facebook.com/enfjoficial/