,

ORDEM DOS FRADES MENORES RETOMA ASSUNTOS DO CAPÍTULO GERAL 2015

Apenas uma semana após o fim da primeira parte do CPO, o processo de discernimento continua no dia de hoje, 21  de junho, enriquecido por uma revisão dos mandatos do último Capítulo Geral. O Capítulo Geral dos Frades Menores de 2015 aconteceu na “Basílica da Porciúncula”, na bela cidade de Assis, Itália, onde São Francisco nasceu, cresceu e renasceu para a vida eterna. De 10 de maio a 6 de junho do mesmo ano, os frades de todo o mundo discutiram e celebraram a identidade franciscana e elaboraram um documento final com decisões e mandatos.

O Vigário Geral, Frei Julio Bunader, ofm apresentou os mandatos do Capítulo compartilhando os esforços do Definitório geral nos últimos três anos. Em seu discurso mencionou o progresso realizado nas seguintes áreas: diretrizes sobre a vida franciscana, missão, formação, JPIC e a dimensão contemplativa na vida dos frades; como viver o voto de pobreza de uma forma mais autêntica através de um compromisso com a administração financeira e uma prestação de contas mais precisa, promovendo uma relação mais próxima entre as diferentes entidades  da  Ordem.

Frei Júlio acrescentou que “as decisões e os mandatos do Capítulo de 2015 ainda são relevantes hoje e devem ser plenamente implementados na vida cotidiana e no serviço das Províncias, Fraternidades e de cada frade individualmente”.

A esperança, o entusiasmo, a fraternidade e a profunda reflexão sobre o carisma franciscano manifestaram-se no modo como os membros do Conselho se engajam durante as sessões. De  tarde, os frades visitaram a Casa de Formação em Langata, Nairobi, onde se realizou uma para-liturgia sobre o tema da JPIC. A alegria e vitalidade dos frades jovens da Província de São Francisco (África Oriental), e de outras entidades, despertaram o coração dos que tiveram o privilégio de participar da reunião fraterna.

 

CLICK  AQUI:     Acompanhe os vídeos do CPO  no canal da OFM no YouTube.

 

VEJA TAMBÉM:

 

Fonte:https://ofm.org/es/blog/ecos-del-capitulo-general-2015/

Tradução e transcriação: Frei Willames Batista, OFM