,

FRADES CELEBRAM 25 ANOS NAS TERRAS DE MACUNAÍMA

Uma festa com toque de prata

Sempre é bom recordar, festejar e viver as nostalgias que a vida nos proporciona ao longo de nossos dias, ou, como nos diz o filósofo ateniense Aristenes: “A gratidão é a memória do coração”. E foi assim que entre os dias 18 e 21 de abril, a Diaconia Missionária viveu o tríduo e dia festivo em homenagem aos 25 anos em que os habitantes desta “Terra de Macunaíma” abraçou com muito carinho os Frades Franciscanos que aqui fizeram morada em seus corações e realizaram sua missão de serem Irmãos entre os irmãos.

Muitos fatos marcaram nossa caminhada Franciscana nesses 25 anos, mas talvez aquele que fora mais marcante foi o senso de fraternidade que os frades ajudaram a suscitar nas comunidades por eles assistidas. Tudo fora muito perceptível, pois os leigos mostraram todo o seu protagonismo e comunhão existente em suas 21 comunidades, essa grande rede que formam a Diaconia Missionária, ao retribuir aos diletos Irmãos Menores filhos do Pai Francisco todo o carinho e atenção que sempre prestaram a todas as suas famílias.

E neste tríduo e festa, recebemos muitos frades que aqui se doaram, que com carinho e desejo de matar a saudade deste povo tão querido se colocaram na peregrinação e trazendo consigo a alegria de revê-los. Nosso momento celebrativo tornou-se também oportunidade de relembrar aqueles que já foram para a Igreja Triunfante ao lado de Deus e do Seráfico Pai São Francisco.

Enfim, vivemos esses dias de festa olhando com muita gratidão as origens, o passado, celebramos com muita paixão este nosso presente de Deus que é o hoje e juntos, em família, abraçarmos com esperança o futuro que já no hoje construímos, com aqueles que agora se veem encantados ao celebrar com seus avós, pais e demais familiares este Jubileu de Prata.

 

Texto: Frei Willames Batista, OFM

Foto: Frei Elias Pereira, OFM