,

DOM CONSTANTINO JOSÉ LÜERS, MEMÓRIA PRESENTE NA VIDA DO POVO PENEDENSE

Na noite do dia vinte e dois de abril (domingo passado), reunido na Catedral Diocesana de Penedo-AL o povo celebrou sua fé no Mistério Pascal de modo festivo, tendo como presidente da celebração Frei Walter Schreiber, OFM e no serviço diáconal Frei José Edilson Mauricio dos Santos,OFM. Era o quarto domingo da Páscoa e a liturgia fazia menção a Jesus Bom, Belo e verdadeiro Pastor.

Nessa ocasião se oportunizou a memória do nascimento de Dom Constantino José Lüers, OFM, que foi um pastor fiel, ao modo de Jesus. Ele quis estar no campo, pastoreando todas as ovelhas, para que nenhuma delas se perdesse no caminho.

Dom Constantino não foi um assistencialista, ele preferiu sentir o cheiro das ovelhas, por isso foi morar próximo a todas elas. Zelava por elas, ajudava a amenizar a fome e a desnutrição se utilizando de horta comunitária, pão de soja, vilas com centros comunitários. É importante recordar os seus feitos para dizer que o jeito de um simples bispo franciscano, recordava o jeito pai e irmão Francisco de Assis, que seguiu fielmente a Jesus o Bom Pastor.

Com o lema do episcopado “In gratia et veritate”, Dom Frei Constantino foi sinal da graça e verdade no seio dessa Diocese. Se estivesse em nosso meio, completava nessa data 102 anos. Ele nasceu em 22 de abril de 1916 e foi para junto de Deus aos 02 de julho de 1997.

 

Bendito seja Deus de amor pelo testemunho desse irmão menor.

 

Frei José Edilson Maurício dos Santos, OFM