Prefeitura de São Francisco do Conde-BA soma forças com Comissão Salve o Convento

NOTÍCIAS DA PROVÍNCIA

Membros da Comissão Salve o Convento – formado por representantes da sociedade civil e da Igreja Católica – juntamente com os membros do Poder Público Municipal, atuantes nas secretarias de Cultura e de Turismo e da Defesa Civil (órgão vinculado à SESCOP), reuniram-se nesta quinta-feira (04) com técnicos do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em Salvador, para tratar da atual situação do Convento de Santo Antônio.

A coletividade da causa da comissão conta com o apoio irrestrito da Prefeitura de São Francisco do Conde, como frisou a secretária de Turismo, Ússula Flávia. “A formação dessa comissão vem respaldar o compromisso dessa gestão com a preservação dos monumentos culturais. Entendemos que devemos ser balizadores dessa política pública e com a força e o peso dessa cidade a gente tem um apoio muito maior. Essa é uma luta antiga. Precisamos implantar um plano norteador que garanta a perpetuação de espaços como esse. O turismo vai se dar a partir do momento em que tivermos atrativos confeccionados como produtos e a garantia desses espaços para as futuras gerações”.

Tombado pelo IPHAN, recentemente novas áreas do Convento foram interditadas pela Defesa Civil do município, pelos riscos que vêm apresentando ao patrimônio e às pessoas que circulam ou moram no local. De acordo com Bernardete Primo, da Gerência de Patrimônio da SECULT, salvaguardar esse bem significa perpetuar a história e cultura do Convento para as futuras gerações. “Recuperar o nosso convento é uma luta que trazemos há muito tempo. Como agora a sociedade civil juntamente com a igreja aderiram a causa, vez que o monumento é também de responsabilidade deles, a comissão buscou a ajuda do poder público, através da Secretaria de Cultura, para que pudéssemos unir forças diante dessa causa e buscarmos soluções através dos órgãos federais, os quais são também responsáveis pela salvaguarda do monumento”, declarou.

“Faz-se urgente a intervenção no monumento, disse Valdelice Nascimento dos Santos, conhecida como Dona Dedeu. Ela que é coordenadora paroquial e franciscana secular, além de membro da Comissão Salve o Convento, explicou como tudo se deu, até esse momento. “Comunicamos a Frei Rogério, quando recém-chegado de Pernambuco e que muito nos incentivou para a formação da Comissão Salve o Convento, que o IPHAN já havia estado no município para uma visita técnica e estávamos aguardando o retorno do órgão para se tomar as providências necessárias. O objetivo é o de preservar o patrimônio, mas de junho para cá passou a piorar a situação do prédio. O refeitório está desabando, o telhado, que é o local celebrativo e tem uma história incomensurável, está se acabando todo”. Dona Dedeu falou ainda sobre a formação da comissão: “a Comissão Salve o Convento foi apresentada dia 08 de dezembro, na Festa de Nossa Senhora da Conceição. A partir dessa oficialização, fizemos uma carta aberta a comunidade explicando tudo que estava acontecendo e hoje temos 23 membros mais Frei Rogério. Fomos de porta em porta explicar as pessoas e em um curto espaço de tempo coletamos 6.816 assinaturas. Cada pessoa que assinava dizia uma palavra de estímulo, uma palavra de sofrimento em saber como estava o convento ou mesmo uma palavra de alegria em saber que alguém estava tomando a iniciativa para preservar aquele patrimônio, porque ali está o berço de nossa cidade, ali surgiu São Francisco do Conde. Nós não estamos lidando apenas com algo do ponto de vista religioso, do catolicismo. Nós estamos batalhando por algo que faz parte do nosso acervo municipal”, completou emocionada.

Uma série de documentos foi entregue aos técnicos do IPHAN, sendo eles: Flor de Lis – coordenadora técnica que está atuando também como superintendente interina e Luís Cláudio Vargas – técnico, os quais deixaram pré-agendada uma visita técnica ao município franciscano no próximo dia 10 de janeiro. Na oportunidade, uma nova avaliação do monumento será realizada, bem como, na sequência, será quantificado o valor necessário para a realização das obras. Esses dados farão parte do projeto que será elaborado para captação de verba junto ao Ministério da Cultura.

Estiveram presentes na reunião desta quinta: Valdelice Nascimento, José Raimundo Fonseca, Átila Santana, Albérico da Conceição Santos (Beto Blues) e Noêmia Menezes – representantes da Comissão Salve o Convento; Ússula Flávia, Bernardete Primo,Carlos do Rosário, Honorina Gonçalves e Cleidson Souza – representantes do Poder Público Municipal; e, Flor de Lis e Luís Cláudio Vargas – representantes do IPHAN.

A ação contou ainda com a cobertura da Secretaria de Comunicação.

Fonte:http://saofranciscodoconde.ba.gov.br