Província Santo Antonio inicia seu Capítulo

NOTÍCIAS DA PROVÍNCIA

N a manhã dessa quinta feira (04/01) no Convento Santo Antonio, em Lagoa Seca – PB, com a celebração da Santa Missa presidida pelo Bispo diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes, a Província Franciscana de Santo Antonio do Brasil deu início a mais Capítulo Provincial, que terá por objetivo avaliar a caminhada do ultimo triênio e eleger o novo governo provincial.  

Em sua homilia Dom Dulcênio Fontes enfatizou que os discípulos, ao ouvir a voz de Jesus, o seguiam, assim como os discípulos de João como nos mostra o Evangelho desta quinta-feira que antecede a Epifania (Jo 1, 35-42). Nós também seguimos Jesus através de nossa experiência pessoal com Cristo; a Vida Religiosa é uma resposta radical ao chamado de Deus e somos chamados a uma nova vida. Nesse sentido Dom Dulcênio  nos motivou a recordar o exemplo de nosso Pai Seráfico São Francisco de Assis que valorizava o ser do frade menor, pautado na prática do santo Evangelho e seu anúncio. Por fim, exortou os frades capitulares que nestes dias irão eleger o Ministro Provincial e o Definitório, a não estar submetidos apenas a uma autoridade ou a uma estrutura, mas sim a buscar a comunhão, a união entre nós, deixando de ser apenas uma relação de obediência ao novo Governo provincial, mas sendo também uma comunhão de vida. Devemos nos colocar a caminho do desejo de Deus que é a união. A unidade da Província é um testemunho para o mundo.

Seguindo a pauta do dia, após o café da manhã, deu-se início aos trabalhos do primeiro dia do capítulo. Frei Fabiano Aguilar, Visitador Geral e Presidente do Capítulo, foi acolhido pela coordenação do Capítulo. Frei Wellington Buarque, coordenador do Capítulo, leu a carta de nomeação do Visitador Geral feita pelo Definitório Geral. Em seguida foi lido o Regimento interno do Capítulo, feitas as devidas alterações e aprovado pelos capitulares.

Na pauta do dia os capitulares foram assessorados por Irmã Áurea Marques, da Congregação das Irmãs do Bom Pastor, que foi convidada para refletir sobre o lema do Capítulo: “Permanece conosco, Senhor” (Lc 24, 29 – 33), que relata sobre os discípulos de Emaús. Irmã Áurea iniciou sua fala recordando sobre o caminho de Francisco proposto pela sociedade da época, proposto pelos seus pais, pelas suas paixões e desejos, que lhes levou por um caminho. Após o doce olhar de Jesus, Francisco descobre outros caminhos, baseados na vontade de Deus através do olhar do leproso. Também nós devemos sentir o olhar penetrante de Jesus, no olhar dos pobres.

Nós já temos muitos olhares condenatórios, de exclusão, difamatórios, no curso do caminho, diante disso, dentro de nosso carisma somos convidados a renovar nosso olhar misericordioso para com o mundo, assemelhando ao olhar misericordioso de Jesus e da Virgem Maria.

A assessora nos fez um questionamento: Como fazer deste capítulo uma experiência de ressurreição, o que precisa morrer em nós e o que precisa ressuscitar? A exemplo dos discípulos chamados a fazer a memória de Jesus em nossa missão, em nossa espiritualidade, em nossas comunidades, em nossa história, em nossa caminhada. Jesus escolhe o caminho como lugar do encontro entre os discípulos e Ele mesmo. O caminho se torna o lugar privilegiado do aprendizado de Jesus, é necessário aprender no caminho com Jesus presente na realidade do povo.

Os trabalhos do dia foram encerrados com a oração das Vésperas e segue em atividades até o próximo dia 10 de janeiro.

Acompanhe as fotos na página da Província Franciscana de Santo Antonio do Brasil: https://web.facebook.com/ofmsantoantonio/?ref=settings