Curso de Franciscanismo Norte-Nordeste aborda espiritualidade franciscana

NOTÍCIAS DA PROVÍNCIA
Frades jovens das três entidades franciscanas do Norte e Nordeste participam do Curso de Franciscanismo em 2016.

Frades jovens do norte e nordeste do Brasil encontram-se desde o dia 14 de janeiro deste ano no Convento de São Francisco, em Olinda – PE, para uma nova etapa do Curso Interprovincial de Franciscanismo. Ao todo são 18 jovens, que por quase duas semanas estarão refletindo e aprofundando temas da espiritualidade franciscana, enfoque do Curso deste ano.

O Curso é realizado entre as três entidades do Norte e Nordeste: Província Franciscana de Santo do Brasil (que abrange os estados do Nordeste da Bahia ao Ceará), Província Franciscana de Nossa Senhora da Assunção (dos estados do Maranhão e Piauí) e Custódia Franciscana de São Benedito da Amazônia (Estados do Pará, Amazônia e Roraima). É composto por três módulos, realizados sempre no mês de janeiro, voltado para os frades de profissão temporária da Ordem dos Frades Menores.

Frei Erlison Campos, OFM, da Custódia de São Benedito da Amazônia, enfrentou quatro escalas em mais de oito horas de voo desde Manaus – AM até Olinda – PE para fazer mais uma etapa do Curso. Apesar de toda distância, para ele vale a pena porque ajuda muito em sua formação. “O Curso nos torna mais inteirados de nossa própria história, de nossa origem e de nosso carisma franciscanos, e nos faz compreender a grande família franciscana que somos”, destaca.

O jovem frade que cursa o terceiro ano de Filosofia em Manaus, também presta assistência à Pastoral da Aids naquela cidade. Acredita que o aprofundamento dos temas no curso de Franciscanismo será essencial para sua vida e para a missão que exerce. “Uma vez que a gente tem este conhecimento; que conhecemos mais e melhor nossa própria identidade franciscana; é uma responsabilidade a mais que nós temos de viver e conviver em fraternidade e com as comunidades com quem a gente trabalha”, reflete.

Frei Elder de Sousa, OFM, tratou da Identidade Franciscana durante o Curso.
Frei Elder de Sousa, OFM, tratou da Identidade Franciscana durante o Curso.

Identidade Franciscana é justamente um dos temas tratados nestes dias. Para assessorar este assunto foi convidado Frei Elder de Sousa, OFM, da Custódia de São Benedito da Amazônia. Com formação em Patrologia, ele tem refletido com os jovens frades os aspectos essenciais do ser franciscano a partir dos documentos da Ordem dos Frades Menores.

Para o assessor, tanto na formação inicial (primeiros anos como frade) quanto para na formação permanente (para todos os frades), é importante para os franciscanos voltarem às suas origens para nutrirem sua identidade em vista de melhor dialogar e responder aos apelos de uma sociedade que interpela a vida religiosa como um todo.

Frei Elder aproveita a repercussão dos gestos e palavras do Papa Francisco para falar do profetismo como cerne da identidade franciscana. “Somos chamados a mostrar nossa identidade fraterna diante de um mundo que cada vez mais dividido e antifraterno; a mostrar nossa identidade de menores diante de um mundo que prega o poder e a imposição sobre outros povos; e podemos dizer, mostrar também nossa identidade humana diante de um mundo que caminha para a desigualdade, para a desumanidade”, afirma o franciscano.

Frei Bruno Rômulo, OFM, da Província de Santo Antônio do Brasil, já realizou todos os módulos do Curso e considera esta formação marcante em sua caminhada na Ordem. Mais importante do que as anotações que fez, que ele utiliza para uma eventual consulta aos temas abordados, considera fundamental “trazer para sua própria vida aquilo que é mostrado, aquilo que é transmitido e partilhado, tanto dos assessores como dos demais irmãos”.

Fazendo um balanço das três etapas, Frei Bruno Rômulo reconhece o percurso trilhado: “São três bases que nos sustentam na caminhada de frades: nossa missão, isto é, para que estamos aqui e fomos chamados; nossa história, que vem nos relembrar aquilo que somos, quem iniciou e como iniciou este caminho; e a espiritualidade, ou seja, como seguir nesta caminhada de fé, parar, rezar e alimentar o nosso espírito enquanto missionários”.

Frei Railton Pereira, OFM, da Província de Nossa Senhora da Assunção, é outro que está realizando a terceira e última etapa do curso. O jovem frade que mora em Teresina – PI e está prestes a concluir os estudos filosófico, relata que aprendeu muita coisa no curso que leva para sua caminhada formativa. Destaca sobretudo a participação de Frei Beto Breis, Ministro da Província de Santo Antônio, que tratou das fontes e escritos franciscanos, bem como a assessoria de Frei Wellington Buarque, OFM, que aprofundou o trabalho com a Ordem Franciscana Secular (OFS) e a Juventude Franciscana (JUFRA).

Participaram do Encontro 18 frades jovens, de diversas realidades do Norte e Nordeste do Brasil.
Participaram do Encontro 18 frades jovens, de diversas realidades do Norte e Nordeste do Brasil.

Frei Rogério Rodrigues, Secretário para a Formação e os Estudos da Província de Santo Antônio, tem acompanhado o desenrolar do Curso, desde o seu planejamento até sua execução. Ele destaca o protagonismo dos jovens frades na coordenação do encontro como umaspecto importante para a formação. “Há mais de 30 anos, desde que o curso vem sendo ministrado, sempre houve essa participação pioneira dos jovens, fazendo parte da organização junto com os formadores”.

Outro aspecto que Frei Rogério cita como enriquecedor é a interação entre as diversas entidades envolvidas, que proporciona uma troca de experiências entre as realidades na quais os frades estão inseridos. “Esta integração é muito positiva porque fortalece tanto os laços do Franciscanismo, como os laços culturais, através de diversas manifestações culturais que cada um traz para partilhar”, avalia.

 

Confira outras fotos do Curso na Galeria: